Mídia / Opinião

Opinião

Infeco por Influenza/H1N1 na Gestao


Publicado em: 04/05/2016


Orientações:

     Para evitar a gripe ou a sua transmissão também deve-se fazer uso de medidas preventivas como: higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool gel, principalmente depois de tossir ou espirrar; depois de usar o banheiro, antes de comer, antes e depois de tocar os olhos, a boca e o nariz; evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies potencialmente contaminadas (corrimãos, bancos, maçanetas etc.).  Manter hábitos saudáveis, como alimentação balanceada, ingestão de líquidos e atividade física. Pessoas com síndrome gripal devem evitar contato direto com outras pessoas, abstendo-se de suas atividades de trabalho, estudo, sociais ou aglomerações e ambientes coletivos.

 

Indivíduos que apresentem sintomas de gripe devem:

  - Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas);

  - Restringir ambiente de trabalho para evitar disseminação;

  - Evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados;

  - Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos;

 * O serviço de saúde deve ser procurado imediatamente caso apresente algum desses sintomas: dificuldade para respirar, lábios com coloração azulada ou arroxeada, dor ou pressão abdominal ou no peito, tontura ou vertigem, vomito persistente, convulsão.

 

 Cuidados com gestantes; puérperas e recém-nascidos

 Influenza causa mais doença grave em gestantes que em mulheres não grávidas. Mudanças no sistema imunológico, circulatório e pulmonar durante a gravidez faz com que as gestantes sejam mais propensas a complicações graves por influenza, assim como hospitalização, e óbito. As gestantes com influenza também tem maiores chances de complicações da gravidez, incluindo trabalho de parto e parto prematuros.

 

Vacinação

 A vacinação contra influenza durante a gravidez protege a gestante, o feto e até o bebê recém-nascido até os 6 meses.

 A vacinação é uma das medidas preventivas para influenza e em 2016, o Ministério da Saúde lança a 18ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que será realizada no período de 30 de abril a 20 de maio de 2016, sendo 30 de abril, o dia de mobilização nacional. A vacina é segura e é considerada uma das medidas mais eficazes para evitar e casos graves de gripe.

  - As gestantes devem buscar o serviço de saúde, caso apresente sintomas de Síndrome Gripal;

  - Durante internação e trabalho de parto, se a mulher estiver com diagnóstico de Influenza, deve-se priorizar o isolamento;

 - Se a mãe estiver doente, deve realizar medidas preventivas e de etiqueta respiratória, como a constante lavagem das mãos, principalmente para evitar transmissão para o recém-nascido;

  - A parturiente deve evitar tossir ou espirrar próximo ao bebê. O bebê pode ficar em isolamento com a mãe (evitando-se berçários).

 Gestantes que tiveram contato com crianças ou pessoas infectadas por H1N1 devem fazer a quimioprofilaxia, ou seja, tomar o medicamento Tamiflu 75 mg por dia por 10 dias.

Uso de quimioprofilaxia – os medicamentos antivirais apresentam de 70% a 90% de efetividade na prevenção da influenza e constituem ferramenta adjuvante da vacinação, mas tem indicações precisas definidas no atual protocolo. A quimioprofilaxia com antiviral não é recomendada se o período após a última exposição* a uma pessoa com infecção pelo vírus for maior que 48 horas. *Considera-se exposição a pessoa que teve contato com caso suspeito ou confirmado para influenza. Para que a quimioprofilaxia seja efetiva, o antiviral deve ser administrado durante a potencial exposição à pessoa com influenza.

 Desta forma, atenção especial deve ser dada para gestante com gripe. A vacinação está indicada para toda gestante independente da idade gestacional. As grávidas que tiveram contato próximo com pessoas infectadas por H1N1 devem receber a quimioprofilaxia com Tamiflu nas primeiras 48 horas após o contato. 

home | clínica | dr. julio elito | equipe | especialidades | localização | fale conosco
Rua Barata Ribeiro, 490 cj. 101 - Bela Vista - SP - CEP: 01308-000 - Tel.: (11) 3123-5626/ 3123-5640 - Email: atendimento@julioelito.com.br
© Copyright 2010 - CLÍNICA PROF. DR. JULIO ELITO JR - Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: ZonaDigital